segunda-feira, 4 de julho de 2011

O Ponteiro do Tempo










Sempre é interessante a passagem do tempo em nossas vidas....seja em qual ocasião for, ele sempre nos trará lembranças....sejam boas, más, tristes ou saudosas...


Fato é que; quando olhamos para trás, sempre sentimos um misto de sentimentos...


Este mês de Julho comemoro duas datas:


Um ano de Blog!! Uma brincadeira de ocupar o tempo e a mente que me fizeram ser e me mostrar como água límpida....


Aqui, desabafei tudo....em todos....
Chorei escrevendo muitos posts....de alegria e de tristeza!
Me encontrei e me encontro em cada entrelinha, pois despi minhas marcaras e armaduras de mim mesma....
Implorei por socorro, agradeci de corpo e alma e me renovei falando de meus medos!
Ganhei amigos....me declarei para todos...tentei de forma mais simples e sincera mostrar-me para cada um deles...
Fui acarinhada muitas vezes por eles, aqui também...
Aprendi muito....ainda aprendo....e passei a adorar esta brincadeira de gente grande que exercito em meu humilde Blog...
Chorei em palavras e fui compreendida em sentimentos....
Cresci!
Hoje, também, 04 de Julho, celebramos ( afff) mais um aniversário (aff novamente!!) de morte de meu pai....
São 6 anos de ausência física, mas 6 anos de saudades em nosso interior.
Meu pai foi um cara irreverente....me fez sentir e conhecer meus piores sentimentos....entre medo, ódio, repulsa e mágoa.....
Mas teve tempo e conseguiu reverter o quadro me fazendo conhecer ainda mais o amor....o perdão...a aceitação....a complacência de corpo e alma.....e a regeneração!
Dizer que o amor foi um exemplo que tive em toda minha vida com meus pais, é um tanto complexo, pois tive o extremo do amor saudável, assim como outro extremo do amor e dor....mas eles me foram, e serão pra sempre....o exemplo maior de amor e vida que tive e terei dentro de meu ser...
Por mais que houveram erros e ferimentos.....até o ultimo dia em que este cara viveu....ele fez ou sentiu dentro dele, um amor sem igual....
E por mais que minha mãe tenha sofrido e sentido medo, o amor que ela dedicava por este, era de fato, o sentimento mais forte que talvez ela tenha vivido em sua vida!
Cresceram juntos....construíram uma vida, tiveram filhos....tiveram medo...obterão sucesso....perderam tudo e se reergueram.... se amaram como jamais se amaria em terra....se feriram com marcas profundas que levarão consigo seja onde for....e se fizeram pessoas lindas, mesmo com tanto amor e dor....
Me fizeram ser pequena....de corpo e alma....
Me fizeram crer, mesmo sem saberem, que a vida nem valia a pena.....
Me ensinaram a acreditar que existe um Ser lá em cima, que de tudo sabe....
Me mostraram que aqui embaixo as coisas podem ser muito difíceis, mas sempre divertidas!
Me fizeram ser humilde....entender que o Medo muitas vezes é alavanca para continuar, e que lágrimas nem sempre são ruins...mesmo eu não as deixando sair como deveriam...
Ensinaram-me que viver é como andar numa montanha russa, horas você tem de gritar e erguer os braços para que o medo não te sucumba interiormente, mesmo que este, esteja lhe sucumbindo por inteiro...mas é preciso mostrar-se forte....e lutar! E em algumas voltas, tudo se parece calmo, até que a próxima descida lhe sucumba a alma novamente, mas o importante, é nunca deixar de acreditar....
Ensinaram-me a entender que as pessoas podem ser sempre piores do que imaginamos....mas e daí, não estamos aqui para imaginar, muito menos julgar o próximo, e sim, aprender e crescer com eles...em amor!
Me ensinaram que amor....amor de verdade, amor mesmo....é aquele em que os piores temporais nunca abalam, e que em momentos de profundo sentimento de desistência, ainda assim, se respira este, e que o caminho do amor é o mais correto, mas isso não quer dizer que é o mais fácil...!
Minha mãe....é meu tudo!
Meus irmãos....partes de mim! Inclusive minha Irmã-cunhada, que só nos acrescenta em vida!
Meu passado....minha escola!
Meu presente....meu curso superior naquilo que mais almejo ser quando crescer..... Gente!!
E meu pai....uma puta apostila que leio e aprendo com ela desde 04 de outubro de 1976, e ainda tenho a impressão que aprenderei até meu ultimo suspiro....
Não somente teu sangue....e nossa convivência continuarão vivos em nós meu pai....mas tua presença sempre nos é constante....em nossos corações tudo está como se fosse hoje...sentir tua falta talvez seja um meio egoísta de sermos como humanos, já que no coração, tudo permanece....

Esteja onde estiver, saiba:


Saudades grande!
Amor sempre!






Um ano de Blog!!!
O que fazer para comemorar???
Dicas??


Obrigada pelo meu primeiro ano de pura simplicidade!!


Saudades meu caro, que me chamou um dia de irreverente....e depois entendi que tinha à quem puxar!! Obrigada! Sempre te amei...mesmo quando acreditava ser o contrário...você sabe neh!!


C. Mantovani

2 comentários:

C.C. Mantovani disse...

Amo você! Ter você ao meu lado hoje é tudo o que eu preciso....hoje e sempre...pra sempre!! Obrigada linda....por existir! E por toda atenção e carinho.....te amo demais!! Neoqueav!

Eraldo Paulino disse...

Bom, sentimentos complexos me invdiram lendo o teu post.

Primeiro, um sentimento de solidariedade e admiração por tudo que disse do teu pai, pela tua reelação familiar. Segundo, sentimento de graridão e felicidade por dizer que fará um ano de blog.

Sempre fazes muito bem pra todos nós a cada post, e tenho certrza que muito disto herdas de teu pai. Não tenho dica pra te dar no post comemorativo, mas espero poder estar aqui pr te prestigiar por muito mais anos.

Bjs!