sexta-feira, 15 de outubro de 2010

O Amor que eu sinto....


Pensei...pensei...na verdade ruminei mais de 30 horas sobre um tema que não fosse muito suplicante e muito alem daquilo que eu sinto desde algumas quase 30 horas....
E pensando, me lembrei de que este é “meu” espaço....onde “eu” divido ou melhor dizendo, “somo” com poucos que me lêem....
E resolvi então....deixar fluir....desta vez, muito profundamente....do meu ser!
O clichê “ penso...logo existo!” me deixa mais confortável...
E talvez eu seja muito intensa, pois penso demasiadamente....e por este mesmo motivo...sofro intensamente....assim como sou feliz intensamente...e amo intensamente...e faço de forma intensa minha vida acontecer....e obvio....erro e perco intensamente!
Levei uma vida pra me encontrar....pra me amar...me sentir segura de mim...me olhar e me aceitar...foram praticamente 26 anos de luta intensa...uma luta interna...minha, muito minha....e reflexos dessa luta permanecem hoje e sempre em mim....em forma de cicatrizes, receios...e tempo....o tal tempo que tenho que recuperar! Afinal....26 anos....é uma vida!
Enfim, penso: melhor com 26 anos, do que nos meus últimos anos de vida....
Mas quem me garante que amanha estarei viva???
Portanto...poderá à qualquer momento...ser tardio!? É....poderá!
Nesse meu encontro...também encontrei meu amor....a pessoa que, pela primeira vez me fez sentir estremecendo....me fez crer que sim!!! Eu devo me entregar...eu devo ser eu com todo meu eu!! Eu devo ser tudo e muito mais...e devo brilhar....amar....viver....doar....ser....e ter!!
Virei meu mundo de cabeça pra baixo por esta pessoa...abri mão de todos os conceitos possíveis e me dediquei de corpo, alma e coração...e vivi este amor!! Vivi.....vivi....vivi!!!
Traguei e fui tragada como uma droga que preenche os poros do pulmão daqueles que fumam....de forma que não tem mais volta, a não ser o que se sente!!! ( e isso tudo num sentido ótimo da expressão!)
Admito...também, transformei a vida desta pessoa, que da mesma forma se entregou ao meu amor....e foi cúmplice daquilo que eu jamais esquecerei....em toda minha vida, pois amor igual à este....não se vive aleatoriamente....e sempre....
Poucos tem a grande oportunidade de vivê-lo e eu....fui uma das premiadas....
Nunca fui tão inteira em toda minha vida....nunca fui tão entregue....tão solta....tão integra....e verdadeira....
Foram quase 4 anos de amor....de felicidade....de paixão.....de uma cumplicidade sem tamanho, de união, estabilidade, luta, respeito...admiração...e entrega!!
Hoje tenho 34 anos....e posso garantir...a realidade é que talvez eu nunca mais viva um amor como este....creio que não! Não somente por que a vida não me dará outra chance, mas por que também, como humanos que somos. Nos refazemos das nossas quedas, mas nunca conseguimos deixar de levar as cicatrizes....e algumas destas...são tão profundamente doloridas que jamais nos curamos delas!
Mas quero falar sobre meu amor, se me permitem;
Saca quando se sente o ar entrando em seus pulmões de forma que te preenche???
Aquela sensação de que tudo pode acabar, mas mesmo assim você estará de pé tamanha força você sente dentro de si por tanto amor....?
Um sentimento de liberdade entregue....? sim, pois era uma liberdade tão linda que me fazia me submeter ao meu amor intensamente....
Um sentimento tão puro e verdadeiro que jamais precisou de regras ou caminhos...simplesmente ele percorria os melhores sabendo que teria teu amor junto..acompanhando......
E nada mais importava! Nada!
Mesmo os erros eram pequenos....mesmo as dificuldades eram insignificantes....e olha que tivemos inúmeras! Mas bastava meu amor.....sempre bastou!!
Mas como tudo na vida....um dia você perde...um dia você chora...um dia você cai....
E eu perdi meu amor...não meu sentimento de amor....mas a pessoa que eu amo....e o mais dolorido disso tudo, é que meu sentimento insistiu em permanecer....em latejar....vibrar....gritar....sufocado por não poder fluir....sentir....ter!!
Sei que existe milhares de textos sobre o amor, sobre a dor, sobre casamentos mal resolvidos....isso hoje, na verdade, virou um meio de ganhar dinheiro até, tamanha necessidade os seres humanos sentem de ajuda....de socorro!
Mas eu nunca acreditei que comigo seria igual, afinal....meu amor era especial e a pessoa que eu amo também era demasiada especial! Sempre conseguiríamos vencer! ( eu pensava)
Hoje....meu coração está em prantos....
Não é orgulho...nem ego ferido....
É amor....amor sufocado....amor demasiado dentro de mim, que me sufoca.....me estrangula a alma....me faz sentir falta de ar...
Pior que sentir amor por alguém que não te ama....é sentir amor por quem não te entende....não te enxerga....e ainda te julga!
Pior do que não saber o que fazer, é ter a certeza do que se precisa ser feito e ter a consciência de que mesmo assim, você jamais poderá fazê-lo.....e ter a certeza de que não adiantaria....
Por no final das contas....você passa à nem existir pra esta pessoa!
Queria ter o poder de, sabendo qual a sua situação real hoje, ter poder de decidir o que fica ou não dentro de ti! Pois assim, usaria minha razão, e sabendo que não me é possível mais viver este amor, mesmo não sendo por escolha minha, eu poderia simplesmente deletar do meu coração este sentimento tamanho!!
E conseguiria seguir....mesmo que vazia....mas não tão imensamente carregada de dor.....tristeza....e impotência!
Muitos dariam tudo por ter um amor nesse nível tão nobre ....solido....real...
E os que o tem....deixam passar despercebidos e ainda se dão o direito de achar que a culpa ou a negação deste, não é deles....
Me acusas de coisas que jamais importariam caso seu amor correspondesse....me intriga mostrando-me que não sou ( e me faz crê que nem fui) nada....
Me deixas no chão ao saber que ainda assim....és infeliz! E eu aqui....com tanto amor!
Deus...
Deus!!!
Perdoe-me por tamanha fraqueza....sei que me diminuo com tudo isso....mas sabes meu Pai, sou mesma pequena!
Mas to aqui....me segurando em pé, pois sei que isso tudo são lições....deveres de casa, para pobres mortais como eu....
To tentando....guia-me? Imploro-te!
E diante de tudo isso..me resta este desabafo...resumido..simplificado....pois não seria capaz de expressar tamanho amor e tamanha dor em não poder amar!
Tô tentando me convencer de que os anos que tive essa oportunidade...me bastaram....
Um dia talvez eu consiga...
Enquanto isso....vou me lamentando....rindo e lutando....mesmo que meu coração chore....e doa....eu to tentando!
“Não sei quantos grandes amores podemos ter na vida.
Não sei se grandes amores podem ser substituídos.
Não sei se grandes amores são eternos somente enquanto duram.”
....

7 comentários:

Michele P. disse...

Clau

Entendo a sua aflição. Já tive dias assim e sei que nada do que nos digam, ajuda a aliviar. Mas se serve de consolo: amanhã é outro dia. Coragem!




A Via Láctea
(Legião Urbana)

Quando tudo está perdido
Sempre existe um caminho
Quando tudo está perdido
Sempre existe uma luz

Mas não me diga isso
Hoje a tristeza não é passageira
Hoje fiquei com febre a tarde inteira
E quando chegar a noite
Cada estrela parecerá uma lágrima

Queria ser como os outros
E rir das desgraças da vida
Ou fingir estar sempre bem
Ver a leveza das coisas com humor

Mas não me diga isso
É só hoje e isso passa
Só me deixe aqui quieto
Isso passa
Amanhã é um outro dia
Não é?

Eu nem sei porque me sinto assim
Vem de repente um anjo triste perto de mim
E essa febre que não passa
E meu sorriso sem graça
Não me dê atenção

Mas obrigado por pensar em mim
Quando tudo está perdido
Sempre existe uma luz
Quando tudo está perdido
Sempre existe um caminho

Quando tudo está perdido
Eu me sinto tão sozinho

Quando tudo está perdido
Não quero mais ser quem eu sou
Mas não me diga isso
Não me dê atenção
E obrigado por pensar em mim
Não me diga isso
Não me dê atenção
E obrigado por pensar em mim

Elaine Gaissler disse...

De fato, em momentos assim, o que nos resta é desabafar. Se a dor passa?! Sim, mas demora, e sim, ficam as cicatrizes... Contudo, são lições, como você bem disse.
Abraço e força.

Michele P. disse...

Clau

Recebeu meu e-mail? Enviei uma proposta para o próximo post (que faremos em conjunto, certo?)rsrs

Beijão!

P.J.S disse...

Realmente não importa quanto tempo temos.
Não importa quantos amores são ou não substituíveis.
Agradeça a Deus por ter sentido e vivido algo assim.
É claro que existe a dor a duvida e todas as historias boas insistem em chegar ao fim.
Mas se pergunte quantas pessoas tiveram a oportunidade de viver um amor assim?
Quantas pessoas têm competência para se desprender de amores de plástico e aparências e mergulhar no mar da incerteza, procurando um amor que seja assim, fantástico, grande e prazeroso de se viver?
Agradeça, pois você viveu, e acredite, muitos morrerão procurando isso.

P.J.S

Bah disse...

O amor é eterno sim !

Camila Paier disse...

Felicidade é poder se sentir leve, livre, solta! E concordo com o menino de cima: o amor, quando existe, pode mesmo durar para sempre. Se a gente acreditar, tudo se torna possível.
Um beijo!

Roberta Monise disse...

Fantástico! Eu me sinto dizendo tudo isso também.
Mas eu estou aqui, para tudo o que vc precisar! Eu te Amo