terça-feira, 12 de outubro de 2010

....




É curta a caminhada quando se olha pra traz e vê que nada se adquiriu, nada se conquistou...nada desbravou....nada se abriu mão sabendo que era necessário muitas vezes perder para se ganhar!
Imagino que muitos dos que tem sede de mais anos de vida, longos anos de vida....um centenário quem sabe, de vida...ou são pessoas que se fazem e se sentem muito felizes pelo Dom que lhes foi concebido....ou estes, por falta de recursos espirituais, de caráter e de berço, por que não....percebem ao longo de suas caminhadas que muito foi deixado pra traz, o tempo escorreu pelos seus dedos e talvez muito tarde, percebam que deveriam ter feito mais....e mais...e mais....
Por si próprios e pelo Universo.....
O fato é que a vida sempre foi um grande mistério pra nós, pequenos mortais...e a morte....quiçá um dia, algum de nós perceba que ela não é o fim...é apenas uma transição...e aqui, dentro de mim, algo me diz que deve ser uma transição “do caralho” (se me permitem dizer!!).
Então, por que então, ao invés de ficarmos nos questionando, batendo nossas cabeças umas contra as outras, não deixemos àquilo que é da Vida, do Universo, ou do próprio Deus....pra estes....e o que nos cabe, tomamos fôlego, e vamos avante!?
É por que eu sinto, que aqui, todo tempo é muito, e ao mesmo tempo, deverá ser pouco...se é que em entendem...
À mim me cabe respirar e sentir minha alma bem repleta já...
Já fiz tanta coisa que queria fazer...já errei tanto...já perdi excessivamente, dei voltas em rotatórias que não era nem preciso passar por elas...já fiquei no acostamento crendo que deveria parar....já passei sinais vermelhos na certeza de que era necessário correr, e logo depois descobri que era necessário aquela paradinha....
Eu minto...eu péco....eu roubo...eu julgo...minha fé vacila....meu amor é muitas vezes egoísta...eu sou individualista!
Meu coração muitas vezes é arrogante...meu orgulho se dá o direito de se sentir ferido diariamente...minha ganância me faz crer que eu excedo muitas vezes e na maior parte, eu a ignoro....e ganância também é bom, desde que na medida certa! E eu ainda não aprendi à tê-la!
E ainda há tanto o que fazer....tantos sonhos engavetados...tantas ilusões mal alimentadas....tanta fome de botar pra quebrar...
E o corpo....ahh....o corpo é um instrumento delicado, pois quando ele não vai bem, você se sente limitado, e a limitação traz consigo dois sentimentos: o de querer mais, recuperar o tempo perdido....correr atrás !! Ou o de que já não há mais tempo...e agora, precisamos nos conformar...e aceitar que não há mais tempo...
É....a vida realmente é uma metáfora, e eu me conformo em saber que sou essa Metamorfose Ambulante, mesmo sendo um clichê, que mesmo com longos anos percorridos, ainda tenho dentro de mim vários pontos de interrogação pra esclarecer....e mesmo com uma quilometragem meio alta, vou ter que rodar mais um pouco por aí...gastar meus pneus....usar mais meus freio...e sempre sinalizar, por que agora, depois de tantas voltas, hoje eu sei que é imprescindível sinalizar...sempre orientando...mostrando...e aprendendo!
Mas é tão bom...é tão fascinante...é tão renovador saber que a dor de hoje será o sorriso de amanha, e que as dificuldades que hoje nos aparecem como sendo intranspassáveis, num futuro muito próximo, será nada mais do que algumas lombadas que a vida nos ofereceu...
O mundo da Blogosfera nos dá direitos inenarráveis...eu mesma aqui, uso deste meu humilde espaço pra escrever até pra uma pequena criança que mexeu no meu mundo todo interior....abalou minhas estruturas geral aproveito cada desabafo de minha alma aqui postados pra lhe dedicar, pois sou movida de uma esperança de que, hoje meu benzinho, tu não podes escolher por si, e por este motivo, vivemos um pouco distantes, mas titia lhe garante que num futuro muito próximo, você irá me ler aqui, irá escolher o que lhe é bom e o que lhe faz feliz..e eu criança linda, estarei sempre por perto, mesmo que você nem esteja me vendo....como nos dias de hoje!
Somos de Libra, eu e você pequena Luz de minha vida...até seu nascimento foi próximo ao dia em que eu nasci...
As vezes tento obter algumas respostas, mas olha só, titia acha que respostas não vão nos levar a lugar nenhum...o lance é tocar a bola pra frente, e sempre, sempre se lembre: não se mexe em time que está ganhando....só mude suas estratégias, muitas vezes é suficiente....e muitas vezes armamos todo um esquema e alteramos tudo ao nosso redor, crendo que era necessário,e é justamente onde erramos e nos perdemos, por que no momento, muitas vezes, não há nada a ser feito, apenas aguardar....e confiar!
Outra dica; nunca confie em mim! Pois eu errei demais em minha vida...eu perdi demais...eu abri mão muito facilmente daquilo que eu mais amava, eu me culpei por não ter conseguido manter algumas outras que eu adorava...e fui falha, relapsa...e eu muitas vezes não rezo como a maioria das pessoas, pois acredito que minha melhor oração são minhas conversas diárias que tenho com o Cara lá em cima...e minhas atitudes devem ser meu pai nosso!
Talvez eu seja mais uma que deveria ficar um centenário de anos aqui embaixo..
Eu creio que não....pois quando eu pra trás, eu ainda assim, vejo um semblante de cansaço e de sensação de vitorias....conquistas...e muita luta! E quando olho pra frente, pro amanhã....eu não consigo ir mais longe do que semana que vem....(deve ser esse meu mal habito de não querer me comprometer com nada!)rsrsrs
Mas enquanto aqui estivermos, devemos nos atentar aos pequenos detalhes...nos amar mais, ao invés de ficarmos questionando o que ou quem é mais certo...devemos apostar mais em nós, pois somos nosso maior triunfo...nossa maior conquista se concentra em nos encontrarmos e sermos tudo aquilo que nascemos pra ser!
Devemos abaixar mais nossas cabeças...nunca erguer o tom de voz...devemos nos perdoar diariamente!
Deveriamos também avaliar nossas posturas em relação ao dinheiro, pois ele move coisas e sentimentos que muitas vezes não tem preço!
Creio dentro de mim que eu deveria renascer a cada amanhecer...e sabe aquela historias de que se mata um leão por dia? Sinto que eu, hoje...apenas consigo espantar os meus leões!
A dor é inevitável...ser magoado....é praticamente um habito humano! Esquecer....parece complicado...mas é possível! Amar mesmo sabendo que mal se curou de uma partida, uma perca...um derrota....é um risco...e afinal, quem disse que seria fácil?
Queria crescer...e acho que cheguei num ponto que cresci demais, e hoje, me sinto cansada...muitas vezes sem energia...e meu corpo me diz que logo logo....basta!
Não vislumbro décadas em meu futuro...
Mas vislumbro demais o que vivi hoje....agora! Fecho meus olhos, deitada em minha cama e muitas vezes, choro de medo....saudades....dor...
Mas também choro por saber que hoje eu consegui espantar meu leão...mais uma vez! Amanhã...bem amanhã nós veremos o que fazer! Por que hoje, eu apenas quero deitar minha cabeça no travesseiro...e fechar meus olhos!
Alguns dizem que isso é “ Meus devaneios”...outros usam uma “ Cia das palavras”....ainda tem aqueles que dizem “ Vi e ouvi por ái”....tem gente que usa o R. Ferragut pra se mostrar da forma que mais se destaca!
Eu...bem eu, mais humildemente...
Descrevo como Desabafos da Alma...
E fico aqui....esperando por vocês, que leiam....e comentem....assim, sinto-me menos sozinha!
Oxalá que vocês permaneçam, aqui...hoje e sempre!
É disso que nos movemos pra escrever....

4 comentários:

Michele P. disse...

Clau

E o que é a vida afinal? Apenas um peça de teatro, onde cada um interpreta o seu personagem, da maneira como lhe cabe ou convém. Assim vamos vivendo, alguns bem, outros mal.O importante é que não abandonemos o palco, pois sem nós, a história ficará incompleta.
Seus desabafos são meus também.
Amo-te com amor fraterno!

Beijos

Ana Gaúcha _Professora disse...

Clauuuuuuuuuuuuuuuu

SAUDADESSSSSSSSSSSSSSSSSS!!!

escrevemos para Ler é claro/

Somos remadores do mesmo barco.

o barco da Arte

bjssssssssssssssssss
LINDEZA

Elaine Gaissler disse...

Ei Clau, que dasabafo!!! Amo a blogsfera exatamente por isso, encontramos tantos de nós mesmos nos desabafos alheios rsrs.
Gostei do que vc disse sobre sinalizar, usar os freios... Acho mesmo renovador aprender com as lombadas da vida!
E ser lida e compreendida é bom mesmo! Mas é muito melhor quando somos comentadas, né rsrs?! Olha só como a blogsfera nos envaidece rsrs...
bjs

AC disse...

Às vezes a escrita jorra, imparável, qual regato descendo a montanha. Quando, finalmente, chega cá abaixo, o regato acalma, destilando serenidade por entre as margens...
Assim me pareceu a sua escrita, cara amiga, uma torrente interior a carecer de vir cá para fora e, efectuado o processo, a calma veio, naturalmente.
A escrita tem esta virtude, lava o nosso interior.

Beijo :)